Faça a sua Doação!

      

Quem está Online!

Nós temos 554 visitantes online
Espiritualidade
2º Domingo da Páscoa - Divina Misericórdia PDF Imprimir E-mail
tome_chagas

1ª Leitura - At 4,32-35
Salmo - Sl 117,2-4.16ab-18.22-24 (R. 1)
2ª Leitura - 1Jo 5,1-6
Evangelho - Jo 20,19-31

"Bem-aventurados os que creram sem terem visto!"

"19Ao anoitecer daquele dia, o primeiro da semana, estando fechadas, por medo dos judeus, as portas do lugar onde os discípulos se encontravam, Jesus entrou e pondo-se no meio deles, disse: 'A paz esteja convosco'.

Leia mais...
 
3 Domingo do Tempo Quaresmal PDF Imprimir E-mail

Homília do Pe. Eugenio Maria na Celebração da Santa Missa no 3° Domingo da Quaresma - Tempo da Quaresma - Ano C
Dia 03 de Março de 2013.

Leia mais...
 
Domingo de Ramos na Paixão do Senhor PDF Imprimir E-mail
domingo_ramos1ª Leitura - Is 50,4-7
Salmo - Sl 21,8-9.17-18a.19-20.23-24 (R.2a)
2ª Leitura - Fl 2,6-11
Evangelho - Procissão - Mc 11,1-10
Evangelho - Mc 14,1-15,47

Queridos irmãos e irmãs!

O Domingo de Ramos é o grande portal de entrada na Semana Santa, a semana em que o Senhor Jesus caminha até ao ponto culminante da sua existência terrena. Ele sobe a Jerusalém para dar pleno cumprimento às Escrituras e ser pregado no lenho da cruz,

Leia mais...
 
Domingo de Ramos da Paixão do Senhor PDF Imprimir E-mail

Homilia do Pe. João Maria na Celebração da Santa Missa no Domingo de Ramos - Tempo da Quaresma - Ano C       

Dia 24 de Março de 2013.

Leitura

Homilia do Pe. João Maria

                           ir-joo

1ª Leitura - Is 50,4-7
Leitura do Livro do Profeta Isais
O Senhor Deus deu-me língua adestrada,para que eu saiba dizer palavras de conforto à pessoa abatida; ele me desperta cada manhã e me excita o ouvido, para prestar atenção como um discípulo. O Senhor abriu-me os ouvidos; não lhe resisti nem voltei atrás. Ofereci as costas para me baterem e as faces para me arrancarem a barba; não desviei o rosto de bofetões e cusparadas. Mas o Senhor Deus é meu Auxiliador, por isso não me deixei abater o ânimo, conservei o rosto impassível como pedra, porque sei que não sairei humilhado.

Palavra do Senhor.
Salmo 21

R. Meu Deus, meu Deus, por que me abandonastes?

Riem de mim todos aqueles que me vêem,*
torcem os lábios e sacodem a cabeça:
'Ao Senhor se confiou, ele o liberte*
e agora o salve, se é verdade que ele o ama!'R.

Cães numerosos me rodeiam furiosos,*
e por um bando de malvados fui cercado.
Transpassaram minhas mãos e os meus pés
e eu posso contar todos os meus ossos.*
Eis que me olham e, ao ver-me, se deleitam! R.

Eles repartem entre si as minhas vestes*
e sorteiam entre si a minha túnica.
Vós, porém, ó meu Senhor, não fiqueis longe,*
ó minha força, vinde logo em meu socorro! R.

Anunciarei o vosso nome a meus irmãos*
e no meio da assembléia hei de louvar-vos!
Vós que temeis ao Senhor Deus, dai-lhe louvores,
glorificai-o, descendentes de Jacó,*
e respeitai-o toda a raça de Israel! R

*Voltar ao topo

2ª Leitura - Fl 2,6-11
Leitura da carta de São Paulo aos Filipenses


Jesus Cristo, existindo em condição divina, não fez do ser igual a Deus uma usurpação, mas ele esvaziou-se a si mesmo, assumindo a condição de escravo e tornando-se igual aos homens. Encontrado com aspecto humano, humilhou-se a si mesmo, fazendo-se obediente até a morte, e morte de cruz. Por isso, Deus o exaltou acima de tudo e lhe deu o Nome que está acima de todo nome. Assim, ao nome de Jesus, todo joelho se dobre no céu, na terra e abaixo da terra, e toda lingua proclame : 'Jesus Cristo é o Senhor', para a glória de Deus Pai.

Palavra do Senhor.

*Voltar ao topo

Evangelho - Lc 19,28-40

Proclamação do Evangelho de São Lucas

Naquele tempo:Jesus caminhava à frente dos discípulos,subindo para Jerusalém. Quando se aproximou de Betfagé e Betânia, perto do monte chamado das Oliveiras, enviou dois de seus discípulos, dizendo:'Ide ao povoado ali na frente. Logo na entrada encontrareis um jumentinho amarrado, que nunca foi montado. Desamarrai-o e trazei-o aqui. Se alguém, por acaso, vos perguntar:'Por que desamarrais o jumentinho?', respondereis assim: 'O Senhor precisa dele'.'Os enviados partiram e encontraram tudo exatamente como Jesus lhes havia dito. Quando desamarravam o jumentinho,os donos perguntaram:'Por que estais desamarrando o jumentinho?' Eles responderam: 'O Senhor precisa dele.E levaram o jumentinho a Jesus. Então puseram seus mantos sobre o animale ajudaram Jesus a montar. E enquanto Jesus passava,o povo ia estendendo suas roupas no caminho. Quando chegou perto da descida do monte das Oliveiras, a multidão dos discípulos, aos gritos e cheia de alegria,começou a louvar a Deuspor todos os milagres que tinha visto. Todos gritavam:'Bendito o Rei, que vem em nome do Senhor! Paz no céu e glória nas alturas!'Do meio da multidão, alguns dosfariseus disseram a Jesus:'Mestre, repreende teus discípulos!'Jesus, porém, respondeu: 'Eu vos declaro:se eles se calarem, as pedras gritarão.'

Palavra da Salvação.

*Voltar ao topo


 
2 Domingo do Tempo Quaresmal PDF Imprimir E-mail

Homília na Celebração da Santa Missa no 2° Domingo da Quaresma - Tempo da Quaresma - Ano C
Dia 24 de Fevereiro de 2013

Leituras

Homilia do Pe. Eugenio Maria

eugenio-roxo

Homilia do Pe. Simeão

padresimeao

1ª Leitura - Gn 15,5-12 17-18

Leitura do Livro do Gênesis

Naqueles dias: 5o Senhor conduziu Abraão para fora e disse-lhe: 'Olha para o céu e conta as estrelas, se fores capaz!' E acrescentou: 'Assim será a tua descendência'. 6Abrão teve fé no Senhor, que considerou isso como justiça. 7E lhe disse: 'Eu sou o Senhor que te fez sair de Ur dos Caldeus, para te dar em possessão esta terra'. 8Abrão lhe perguntou: 'Senhor Deus, como poderei saber que vou possuí-la?' 9E o Senhor lhe disse: 'Traze-me uma novilha de três anos, uma cabra de três anos, um carneiro de três anos, além de uma rola e de uma pombinha'. 10Abrão trouxe tudo e dividiu os animais pelo meio, mas não as aves, colocando as respectivas partes uma frente à outra. 11Aves de rapina se precipitaram sobre os cadáveres, mas Abrão as enxotou. 12Quando o sol já se ia pondo, caiu um sono profundo sobre Abrão e ele foi tomado de grande e misterioso terror. 17Quando o sol se pôs e escureceu, apareceu um braseiro fumegante e uma tocha de fogo, que passaram por entre os animais divididos. 18Naquele dia o Senhor fez aliança com Abrão, dizendo: 'Aos teus descendentes darei esta terra, desde o rio do Egito até o grande rio, o Eufrates'.

Palavra do Senhor.

Salmo - Sl 26

R. O Senhor é minha luz e salvação.

O Senhor é minha luz e salvação;*
de quem eu terei medo?
O Senhor é a proteção da minha vida;*
perante quem eu tremerei? R.

Ó Senhor, ouvi a voz do meu apelo,*
atendei por compaixão!
Meu coração fala convosco confiante,*
é vossa face que eu procuro. R.

Não afasteis em vossa ira o vosso servo,*
sois vós o meu auxílio!
Não me esqueçais nem me deixeis abandonado,*
meu Deus e Salvador! R.

Sei que a bondade do Senhor eu hei de ver*
na terra dos viventes.
Espera no Senhor e tem coragem,*
espera no Senhor! R.

2ª Leitura - Fl 3,17-4,1

Leitura da Carta de São Paulo aos Filipenses

17Sede meus imitadores, irmãos e observai os que vivem de acordo com o exemplo que nós damos. 18Já vos disse muitas vezes, e agora o repito, chorando: há muitos por aí que se comportam como inimigos da cruz de Cristo. 19O fim deles é a perdição, o deus deles é o estômago, a glória deles está no que é vergonhoso e só pensam nas coisas terrenas. 20Nós, porém, somos cidadãos do céu. De lá aguardamos o nosso Salvador, o Senhor, Jesus Cristo. 21Ele transformará o nosso corpo humilhado e o tornará semelhante ao seu corpo glorioso, com o poder que tem de sujeitar a si todas as coisas. 4,1Assim, meus irmãos, a quem quero bem e dos quais sinto saudade, minha alegria, minha coroa, meus amigos, continuai firmes no Senhor.

Palavra do Senhor.

Evangelho - Lc 9,28b-36

+ Proclamação do Evangelho de Jesus Cristo segundo Lucas

Naquele tempo: 28bJesus levou consigo Pedro, João e Tiago, e subiu à montanha para rezar. 29Enquanto rezava, seu rosto mudou de aparência e sua roupa ficou muito branca e brilhante. 30Eis que dois homens estavam conversando com Jesus: eram Moisés e Elias. 31Eles apareceram revestidos de glória e conversavam sobre a morte, que Jesus iria sofrer em Jerusalém. 32Pedro e os companheiros estavam com muito sono. Ao despertarem, viram a glória de Jesus e os dois homens que estavam com ele. 33E quando estes homens se iam afastando, Pedro disse a Jesus: 'Mestre, é bom estarmos aqui. Vamos fazer três tendas: uma para ti, outra para Moisés e outra para Elias.' Pedro não sabia o que estava dizendo. 34Ele estava ainda falando, quando apareceu uma nuvem que os cobriu com sua sombra. Os discípulos ficaram com medo ao entrarem dentro da nuvem. 35Da nuvem, porém, saiu uma voz que dizia: 'Este é o meu Filho, o Escolhido. Escutai o que ele diz!' 36Enquanto a voz ressoava, Jesus encontrou-se sozinho. Os discípulos ficaram calados e naqueles dias não contaram a ninguém nada do que tinham visto.

Palavra da Salvação.

 
<< Início < Anterior 1 2 3 4 5 6 7 8 9 10 Próximo > Fim >>

Página 6 de 10