Faça a sua Doação!

      

Quem está Online!

Nós temos 376 visitantes online
Espiritualidade
Palestras do Pe. Serafim E-mail

Pe Serafim MariaA nossa Fraternidade coloca a disposição todas as as palestras do

Pe. Serafim Maria ministradas na Casa de Retiros Mosteiro Menino Jesus.

Ouça as Palestras do ano de 2011.

Ouça as Palestras do ano de 2012.

 
5 Domingo do Tempo Quaresmal PDF Imprimir E-mail

Homília do Pe. Eugenio na Celebração da Santa Missa no 5° Domingo da Quaresma - Tempo da Quaresma - Ano C       

Dia 17 de Março de 2013.

Leitura

Homilia do Pe. Eugenio Maria

eugenio-roxo

1ª Leitura - Is 43,16-21

Leitura do Livro de Isaías

Isto diz o Senhor, que abriu uma passagem no mar e um caminho entre águas impetuosas; que pôs a perder carros e cavalos, tropas e homens corajosos; pois estão todos mortos e não ressuscitarão, foram abafados como mecha de pano e apagaram-se: 'Não relembreis coisas passadas, não olheis para fatos antigos. Eis que eu farei coisas novas, e que já estão surgindo: acaso não as reconheceis? Pois abrirei uma estrada no deserto e farei correr rios na terra seca. Hão de glorificar-me os animais selvagens, os dragões e os avestruzes, porque fiz brotar água no deserto e rios na terra seca para dar de beber a meu povo, a meus escolhidos. Este povo, eu o criei para mim e ele cantará meus louvores.

Palavra do Senhor.
Salmo - Sl 125

R. Maravilhas fez conosco o Senhor,
exultemos de alegria!

Quando o Senhor reconduziu nossos cativos,*
parecíamos sonhar;
e encheu-se de sorriso nossa boca,*
nossos lábios, de canções. R.

Entre os gentios se dizia: 'Maravilhas*
fez com eles o Senhor!'
Sim, maravilhas fez conosco o Senhor,*
exultemos de alegria! R.

Mudai a nossa sorte, ó Senhor,*
como torrentes no deserto.
Os que lançam as sementes entre lágrimas,*
ceifarão com alegria. R.

Chorando de tristeza sairão,*
espalhando suas sementes;
cantando de alegria voltarão,*
carregando os seus feixes! R.

2ª Leitura - Fl 3,8-14

Leitura da Carta de São Paulo aos Filipenses

Irmãos: Na verdade, considero tudo como perda diante da vantagem suprema que consiste em conhecer Cristo Jesus, meu Senhor. Por causa dele eu perdi tudo. Considero tudo como lixo, para ganhar Cristo e ser encontrado unido a ele, não com minha justiça provindo da Lei, mas com a justiça por meio da fé em Cristo, a justiça que vem de Deus, na base da fé. Esta consiste em conhecer a Cristo, experimentar a força da sua ressurreição, ficar em comunhão com os seus sofrimentos, tornando-me semelhante a ele na sua morte, para ver se alcanço a ressurreição dentre os mortos. Não que já tenha recebido tudo isso, ou que já seja perfeito. Mas corro para alcançá-lo, visto que já fui alcançado por Cristo Jesus. Irmãos, eu não julgo já tê-lo alcançado. Uma coisa, porém, eu faço:esquecendo o que fica para trás, eu me lanço para o que está na frente. Corro direto para a meta, rumo ao prêmio, que, do alto, Deus me chama a receber em Cristo Jesus.

Palavra do Senhor.

Evangelho - Jo 8,1-11

+ Proclamação do Evangelho de Jesus Cristo segundo João 8,1-11

Naquele tempo: Jesus foi para o monte das Oliveiras. De madrugada, voltou de novo ao Templo. Todo o povo se reuniu em volta dele. Sentando-se, começou a ensiná-los. Entretanto, os mestres da Lei e os fariseus trouxeram uma mulher surpreendida em adultério. Colocando-a no meio deles, disseram a Jesus: 'Mestre, esta mulher foi surpreendida em flagrante adultério. Moisés na Lei mandou apedrejar tais mulheres. Que dizes tu? 'Perguntavam isso para experimentar Jesus e para terem motivo de o acusar. Mas Jesus, inclinando-se, começou a escrever com o dedo no chão. Como persistissem em interrogá-lo, Jesus ergueu-se e disse: Quem dentre vós não tiver pecado, seja o primeiro a atirar-lhe uma pedra.'E tornando a inclinar-se, continuou a escrever no chão. E eles, ouvindo o que Jesus falou, foram saindo um a um, a começar pelos mais velhos; e Jesus ficou sozinho, com a mulher que estava lá, no meio do povo. Então Jesus se levantou e disse: 'Mulher, onde estão eles? Ninguém te condenou ? Ela respondeu: 'Ninguém, Senhor.' Então Jesus lhe disse:'Eu também não te condeno. Podes ir, e de agora em diante não peques mais.'

Palavra da Salvação.


 
4 Domingo do Tempo Quaresmal PDF Imprimir E-mail
Homília do Pe. Eugenio Maria na Celebração da Santa Missa no 4° Domingo da Quaresma - Tempo da Quaresma - Ano C       

Dia 10 de Março de 2013.

Leitura

Homilia do Pe. Eugenio Maria

O Retorno do Filho Pródigo de Rembrandt

1ª Leitura - Js 5,9a.10-12

Leitura do Livro de Josué

Naqueles dias: o Senhor disse a Josué: 'Hoje tirei de cima de vós o opróbrio do Egito'. Os israelitas ficaram acampados em Guilgal e celebraram a Páscoa no dia catorze do mês, à tarde, na planície de Jericó. No dia seguinte à Páscoa comeram dos produtos da terra, pães sem fermento e grãos tostados nesse mesmo dia. O maná cessou de cair no dia seguinte, quando comeram dos produtos da terra. Os israelitas não mais tiveram o maná. Naquele ano comeram dos frutos da terra de Canãa.

Palavra do Senhor.

Salmo - Sl 33

R. Provai e vede quão suave é o Senhor!

Bendirei o Senhor Deus em todo o tempo,*
seu louvor estará sempre em minha boca.
Minha alma se gloria no Senhor;*
que ouçam os humildes e se alegrem! R.

Comigo engrandecei ao Senhor Deus,*
exaltemos todos juntos o seu nome!
Todas as vezes que o busquei, ele me ouviu,*
e de todos os temores me livrou. R.

Contemplai a sua face e alegrai-vos,*
e vosso rosto nóo se cubra de vergonha!
Este infeliz gritou a Deus, e foi ouvido,*
e o Senhor o libertou de toda angústia. R.

2ª Leitura - 2Cor 5,17-21

Leitura da Carta de São Paulo aos Coríntios

Irmãos: Se alguém está em Cristo, é uma criatura nova. O mundo velho desapareceu. Tudo agora é novo. E tudo vem de Deus, que, por Cristo, nos reconciliou consigo e nos confiou o ministério da reconciliação. Com efeito, em Cristo, Deus reconciliou o mundo consigo, não imputando aos homens as suas faltas e colocando em nós a palavra da reconciliação. Somos, pois, embaixadores de Cristo, e é Deus mesmo que exorta através de nós. Em nome de Cristo, nós vos suplicamos: deixai-vos reconciliar com Deus. Aquele que não cometeu nenhum pecado, Deus o fez pecado por nós, para que nele nós nos tornemos justiça de Deus.

Palavra do Senhor.

Evangelho - Lc 15,1-3.11-32

+ Proclamação do Evangelho de Jesus Cristo segundo Lucas

Naquele tempo: Os publicanos e pecadores aproximavam-se de Jesus para o escutar. Os fariseus, porém, e os mestres da Lei criticavam Jesus. 'Este homem acolhe os pecadores e faz refeição com eles.' Então Jesus contou-lhes esta parábola: 'Um homem tinha dois filhos. O filho mais novo disse ao pai: 'Pai, dá-me a parte da herança que me cabe'. E o pai dividiu os bens entre eles. Poucos dias depois, o filho mais novo juntou o que era seu e partiu para um lugar distante. E ali esbanjou tudo numa vida desenfreada. Quando tinha gasto tudo o que possuía, houve uma grande fome naquela região, e ele começou a passar necessidade. Então foi pedir trabalho a um homem do lugar, que o mandou para seu campo cuidar dos porcos. O rapaz queria matar a fome com a comida que os porcos comiam, mas nem isto lhe davam. Então caiu em si e disse: 'Quantos empregados do meu pai têm pão com fartura, e eu aqui, morrendo de fome. Vou-me embora, vou voltar para meu pai e dizer-lhe: `Pai, pequei contra Deus e contra ti; já não mereço ser chamado teu filho. Trata-me como a um dos teus empregados'. Então ele partiu e voltou para seu pai. Quando ainda estava longe, seu pai o avistou e sentiu compaixão. Correu-lhe ao encontro, abraçou-o, e cobriu-o de beijos. O filho, então, lhe disse: 'Pai, pequei contra Deus e contra ti. Já não mereço ser chamado teu filho'. Mas o pai disse aos empregados: `Trazei depressa a melhor túnica para vestir meu filho. E colocai um anel no seu dedo e sandálias nos pés. Trazei um novilho gordo e matai-o. Vamos fazer um banquete. Porque este meu filho estava morto e tornou a viver; estava perdido e foi encontrado'. E começaram a festa. O filho mais velho estava no campo. Ao voltar, já perto de casa, ouviu música e barulho de dança. Então chamou um dos criados e perguntou o que estava acontecendo. O criado respondeu: `É teu irmão que voltou. Teu pai matou o novilho gordo, porque o recuperou com saúde'. Mas ele ficou com raiva e não queria entrar. O pai, saindo, insistia com ele. Ele, porém, respondeu ao pai: `Eu trabalho para ti há tantos anos, jamais desobedeci a qualquer ordem tua. E tu nunca me deste um cabrito para eu festejar com meus amigos. Quando chegou esse teu filho, que esbanjou teus bens com prostitutas, matas para ele o novilho cevado'. Então o pai lhe disse: `Filho, tu estás sempre comigo, e tudo o que é meu é teu. Mas era preciso festejar e alegrar-nos, porque este teu irmão estava morto e tornou a viver; estava perdido, e foi encontrado'.'

Palavra da Salvação.

 
3 Domingo do Tempo Quaresmal PDF Imprimir E-mail

Homília do Pe. Eugenio Maria na Celebração da Santa Missa no 3° Domingo da Quaresma - Tempo da Quaresma - Ano C
Dia 03 de Março de 2013.

Leia mais...
 
Domingo de Ramos da Paixão do Senhor PDF Imprimir E-mail

Homilia do Pe. João Maria na Celebração da Santa Missa no Domingo de Ramos - Tempo da Quaresma - Ano C       

Dia 24 de Março de 2013.

Leitura

Homilia do Pe. João Maria

                           ir-joo

1ª Leitura - Is 50,4-7
Leitura do Livro do Profeta Isais
O Senhor Deus deu-me língua adestrada,para que eu saiba dizer palavras de conforto à pessoa abatida; ele me desperta cada manhã e me excita o ouvido, para prestar atenção como um discípulo. O Senhor abriu-me os ouvidos; não lhe resisti nem voltei atrás. Ofereci as costas para me baterem e as faces para me arrancarem a barba; não desviei o rosto de bofetões e cusparadas. Mas o Senhor Deus é meu Auxiliador, por isso não me deixei abater o ânimo, conservei o rosto impassível como pedra, porque sei que não sairei humilhado.

Palavra do Senhor.
Salmo 21

R. Meu Deus, meu Deus, por que me abandonastes?

Riem de mim todos aqueles que me vêem,*
torcem os lábios e sacodem a cabeça:
'Ao Senhor se confiou, ele o liberte*
e agora o salve, se é verdade que ele o ama!'R.

Cães numerosos me rodeiam furiosos,*
e por um bando de malvados fui cercado.
Transpassaram minhas mãos e os meus pés
e eu posso contar todos os meus ossos.*
Eis que me olham e, ao ver-me, se deleitam! R.

Eles repartem entre si as minhas vestes*
e sorteiam entre si a minha túnica.
Vós, porém, ó meu Senhor, não fiqueis longe,*
ó minha força, vinde logo em meu socorro! R.

Anunciarei o vosso nome a meus irmãos*
e no meio da assembléia hei de louvar-vos!
Vós que temeis ao Senhor Deus, dai-lhe louvores,
glorificai-o, descendentes de Jacó,*
e respeitai-o toda a raça de Israel! R

*Voltar ao topo

2ª Leitura - Fl 2,6-11
Leitura da carta de São Paulo aos Filipenses


Jesus Cristo, existindo em condição divina, não fez do ser igual a Deus uma usurpação, mas ele esvaziou-se a si mesmo, assumindo a condição de escravo e tornando-se igual aos homens. Encontrado com aspecto humano, humilhou-se a si mesmo, fazendo-se obediente até a morte, e morte de cruz. Por isso, Deus o exaltou acima de tudo e lhe deu o Nome que está acima de todo nome. Assim, ao nome de Jesus, todo joelho se dobre no céu, na terra e abaixo da terra, e toda lingua proclame : 'Jesus Cristo é o Senhor', para a glória de Deus Pai.

Palavra do Senhor.

*Voltar ao topo

Evangelho - Lc 19,28-40

Proclamação do Evangelho de São Lucas

Naquele tempo:Jesus caminhava à frente dos discípulos,subindo para Jerusalém. Quando se aproximou de Betfagé e Betânia, perto do monte chamado das Oliveiras, enviou dois de seus discípulos, dizendo:'Ide ao povoado ali na frente. Logo na entrada encontrareis um jumentinho amarrado, que nunca foi montado. Desamarrai-o e trazei-o aqui. Se alguém, por acaso, vos perguntar:'Por que desamarrais o jumentinho?', respondereis assim: 'O Senhor precisa dele'.'Os enviados partiram e encontraram tudo exatamente como Jesus lhes havia dito. Quando desamarravam o jumentinho,os donos perguntaram:'Por que estais desamarrando o jumentinho?' Eles responderam: 'O Senhor precisa dele.E levaram o jumentinho a Jesus. Então puseram seus mantos sobre o animale ajudaram Jesus a montar. E enquanto Jesus passava,o povo ia estendendo suas roupas no caminho. Quando chegou perto da descida do monte das Oliveiras, a multidão dos discípulos, aos gritos e cheia de alegria,começou a louvar a Deuspor todos os milagres que tinha visto. Todos gritavam:'Bendito o Rei, que vem em nome do Senhor! Paz no céu e glória nas alturas!'Do meio da multidão, alguns dosfariseus disseram a Jesus:'Mestre, repreende teus discípulos!'Jesus, porém, respondeu: 'Eu vos declaro:se eles se calarem, as pedras gritarão.'

Palavra da Salvação.

*Voltar ao topo


 
<< Início < Anterior 1 2 3 4 5 6 Próximo > Fim >>

Página 5 de 6

Noticias do Vaticano

News.va