Meditação do PAI NOSSO de acordo com a orientação de Nossa Senhora à Marijana e Jelena PDF Imprimir E-mail

PAI NOSSO! – Que Pai é esse? Onde está Ele? É o Pai de todos nós. Por que receá-lo? Estendamos as mãos para ele. “Pai Nosso” significa que Ele se entregou a nós como Pai, deu-nos tudo. Tal como o nosso pai terreno faz muito por nós, também o nosso Pai divino fará muito mais.

QUE ESTAIS NO CÉU! – Isto significa

que o nosso pai terreno nos ama, mas que o Pai celeste nos ama ainda mais. O nosso pai terreno pode zangar-se conosco, mas o Pai celeste não. Ele oferece apenas o seu amor.

SANTIFICADO SEJA O VOSSO NOME! – Em troca disso, temos de O respeitar porque Ele nos deu tudo e porque é nosso Pai e devemos amá-lo. Temos de glorificar e louvar o Seu nome. Devemos dizer aos pecadores que Ele é Pai, que é nosso Pai e que desejamos servi-lo e glorificar apenas o Seu nome. Este é o significado de “Santificado seja o Vosso nome!”.

VENHA A NÓS O VOSSO REINO! – É assim que agradecemos a Jesus e dizemos que nada sabemos, que sem o Seu Reino somos fracos pois o nosso mundo é finito e o Reino de Deus é eterno. O Reino de Deus voltará.

SEJA FEITA A VOSSA VONTADE! – Senhor, deixa que o nosso reino pereça e que o Teu Reino volte a ser o único verdadeiro. Faz-nos perceber que o nosso reino está destinado a acabar e que, de uma vez por todas, estamos dispostos a seguir a Tua vontade.

ASSIM NA TERRA COMO NO CÉU! – Senhor, assim como os anjos te obedecem, torna-nos obedientes também. Abre os nossos corações para que te respeitemos à semelhança dos anjos. Faz com que tudo na terra seja tão sagrado como no Céu.

O PÃO NOSSO DE CADA DIA NOS DAI HOJE! – Senhor, dá-nos o alimento para a alma. Dá-nos esse alimento hoje e sempre. Que o alimento seja santificado por Ti e que possa tornar-se eterno. Senhor, nós te pedimos, dá-nos o Teu pão, torna-nos dignos de O recebermos. Ajuda-nos a compreender o que fazer depois de comungarmos do Teu pão. Ajuda-nos a compreender que não podemos receber o nosso alimento diário sem oração.

PERDOAI-NOS AS NOSSAS OFENSAS! - Perdoa os nossos pecados, Senhor. Perdoa se nem sempre somos bons e fieis como devíamos.         

ASSIM COMO NÓS PERDOAMOS A QUEM NOS TEM OFENDIDO! – Perdoa-nos para que também nós possamos perdoar a todos os que não conseguimos perdoar até hoje. Regamos-te, Jesus, que perdoes os nossos pecados. Rezemos para que os nossos pecados sejam perdoados na mesma medida em que conseguimos perdoar aos que nos ofenderam. É isto que o Pai celeste nos diz: temos que perdoar se queremos ser perdoados.

E NÃO NOS DEIXEIS CAIR EM TENTAÇÃO! -  Senhor, liberta-nos de provações difíceis. Nós somos fracos. Não deixes que as nossas tentações nos conduzam à ruína.

MAS LIVRAI-NOS DO MAL! – Senhor, livra-nos do mal. Ajuda-nos a encontrar as bênçãos escondidas no meio das nossas provações para podermos evoluir na nossa vida.

AMÉM! – Assim seja, Senhor. Seja feita a Vossa vontade.

Fonte: Livro: "O Chamamento de Nossa Senhora em Medjugorje"

Mirjana Stanislava Vasilj - Zuccarini

 

Noticias do Vaticano

News.va